Acompanhando a evolução do tempo

Em 2005 a entidade promove mudanças significativas na sua metodologia que acarretaram um aprimoramento da qualidade do ensino ministrado. O marco daquele ano foi a instalação da ETRL – Escola Técnica Rural Luterana, a partir da qual a AEEL pôde passar a oferecer Cursos Técnicos.

Assim, migrou-se da modalidade dos cursos básicos para a de cursos técnico-profissionalizantes com certificação (diploma) validada pelos órgãos competentes da Educação. O primeiro oferecido foi de Técnico em Agropecuária que em julho de 2007 celebrou a formatura da primeira turma.

Três anos depois da instalação da sua instalação da ETRL, em 2008, a AEEL marca significativamente sua história quando passa a oferecer mais dois cursos: Técnico em Informática e Técnico em Mecânica com ênfase em Manutenção de Tratores, Máquinas e Implementos Agrícolas.

Da mesma forma que o primeiro, os novos cursos técnicos também são ministrados ao longo de módulos (semestres letivos) cuja carga horária é complementada com a realização, pelos estudantes, do Estágio Supervisionado, um dos pré-requisitos para a expedição do diploma.

2009 também será um ano importante na vida da entidade, uma vez que será a data na qual os cursos de Informática e Mecânica Agrícola celebrarão a formatura das suas primeiras turmas, o que faz a ETRL firmar-se como instituição de ensino profissionalizante de Teófilo Otoni e região.

Um provérbio chinês diz-nos que se queres plantar em um ano, planta trigo; se queres colher por dez anos, planta uma árvore; se queres colher por toda a vida, desenvolve o homem. Nesse intuito de promover o homem como profissional e cidadão, entendendo-o como agente capaz de promover as transformações pelas quais a sociedade clama, é que o Internato Rural segue trabalhando e buscando o aprimoramento contínuo do seu trabalho.
Em 2012, a Instituição viabiliza a Insclusão digital através de aulas semanais, para crianças e adultos de baixa renda e também para funcionários e suas famílias.

Ao longo destes anos, a INSTITUIÇÃO acolheu muitos estagiários oriundos dos seus cursos técnicos e também universitários. Essa troca de experiências tem enriquecido quem por aqui passa e também aos que ficam e atuam na Instituição.